Notícias do Sport Club Internacional - últimas informações, contratações, entrevistas, escalações, onde assistir e muito mais. Site feito de torcedor para torcedor

Possíveis 14 saídas do Internacional para 2024: Uma reformulação essencial para o clube

Os Jogadores cotados para deixar o Internacional e suas situações contratuais

O Internacional, visando sua temporada de 2024, está em movimento. O foco, porém, não está apenas nas chegadas, mas também nas saídas de jogadores. O Repórter Lucas Dias trouxe detalhes cruciais sobre o planejamento do clube, indicando uma lista de 14 nomes que podem deixar o Beira-Rio. Entre eles, algumas figuras importantes e outras que não se adaptaram conforme esperado.

O cenário parece promover uma verdadeira renovação no elenco colorado. Keiller, goleiro reserva, está liberado para buscar novos ares. Ao lado dele, nomes como Nico Hernandes , zagueiro que, apesar do potencial, não renderam conforme o esperado, despontam na lista de negociáveis. Além disso, Rodrigo Moledo, com contrato findando, não permanecerá no clube.

Veja mais notícias do Inter:

Outra posição em pauta é a lateral-esquerda. Dalbert, que não atingiu uma cláusula de renovação automática, está de saída. Thauan Lara, com vínculo até 2025, tem seu empresário em busca de interessados para uma possível transferência. A busca por reforços na posição é evidente. No meio-campo, Johnny, já com venda acertada para o Real Betis, deixará saudade pelo seu desempenho na temporada.

  • Jogadores como Carlos de Pena, Estêvão, Gustavo Campanharo, Lucas Ramos e Jean Dias (Já saiu) também estão na lista de possíveis saídas. Enquanto alguns, como Pedro Henrique, com contrato até 2025, devem permanecer como opção no banco de reservas. Luiz Adriano, apesar do contrato até 2024, não atendeu às expectativas da diretoria como peça de reposição e está na lista de negociáveis.

Por que Dalbert, Johnny e outros podem deixar o Internacional

Este movimento não é apenas uma busca por renovação, mas uma estratégia para abrir espaço no elenco e, possivelmente, adquirir reforços de peso. A decisão visa não apenas readequar o time, mas também fortalecer as perspectivas do Internacional para a próxima temporada, buscando uma equipe mais competitiva e alinhada com os objetivos do clube.

O repórter detalhou as situações individuais de cada jogador, considerando seu desempenho, contratos e possíveis interesses de permanência ou saída do clube para a próxima temporada.

  1. Keiller: Goleiro liberado para procurar novo clube. Contrato até dezembro de 2026. Reserva e alvo de críticas da torcida.
  2. Nico Hernandes: Zagueiro colombiano com contrato até dezembro de 2024. Desempenho incerto, podendo sair se surgir proposta.
  3. Vitão: Outro zagueiro com contrato até dezembro de 2024, também considerado negociável para possíveis propostas.
  4. Rodrigo Moledo: Zagueiro com contrato até o final do ano, não permanecerá no Internacional.
  5. Dalbert: Lateral-esquerdo que não atingiu cláusula de renovação automática. Não jogou após o jogo contra o Corinthians e deixará o clube.
  6. Thauan Lara: Lateral-esquerdo com contrato até dezembro de 2025. Seu empresário busca interessados para uma possível saída.
  7. Johnny: Volante vendido por 6 milhões de euros ao Real Betis. Será uma perda sentida pela equipe.
  8. Carlos de Pena: Teve mais oportunidades na temporada atual, mas problemas pessoais e desempenho abaixo do esperado podem resultar em sua saída.
  9. Estêvão: Destaque na base, renovou contrato até 2025, mas não rendeu no time principal. Deve ser negociado.
  10. Gustavo Campanharo: Chegou com expectativas, mas perdeu espaço. Pode ficar como opção no elenco ou sair, dependendo das propostas.
  11. Lucas Ramos: Não rendeu no time principal e será negociado se surgir uma oportunidade.
  12. Jean Dias: Já se despediu do Internacional. Contratação que não deu certo e deixou o clube.
  13. Pedro Henrique: Teve destaque em 2022, mas perdeu espaço e teve lesões. Contrato até dezembro de 2025, possivelmente permanecerá como opção no banco.
  14. Luiz Adriano: Atacante com contrato até dezembro de 2024. Não atendeu às expectativas da diretoria como peça de reposição e está na lista de negociáveis.

O repórter detalhou as situações individuais de cada jogador, considerando seu desempenho, contratos e possíveis interesses de permanência ou saída do clube para a próxima temporada.

 

 

Comentários estão fechados.